28/01/2017

Conheça o Tunelão, o Maior Túnel Ferroviário do Brasil.

O Tunelão é um túnel ferroviário localizado entre os municípios brasileiros de Bom Jardim de Minas e de Santa Rita de Jacutinga, no estado de Minas Gerais. É considerado como o maior túnel do Brasil e o segundo da América Latina, possuindo 8.645 metros de extensão. Em toda a América Latina, o Tunelão perde em extensão apenas para o túnel ferroviário Cuajone-El Sargento, localizado entre as minas de Cuajone e de Toquepala, na província peruana de Mariscal Nieto. O Tunelão se encontra situado na Serra da Mantiqueira, na parte montanhosa da Ferrovia do Aço, uma importante linha ferroviária operada pela MRS Logística.

Foto de Setembro de 1998 por José Henrique Bellório.

A Ferrovia do Aço, é o maior empreendimento ferroviário do Brasil, uma obra de vultuoso valor aplicados para sua realização. Iniciou-se em 1973, durante a ditadura militar, e teve inúmeras dificuldades, sendo então abandonada no ano de 1978. Depois de ignorar o alerta dos técnicos, o general-presidente João Baptista Figueiredo retomou as obras em 1979, mas sendo paralisadas novamente em 1984.

Construção da entrada do túnel.


Finalmente as obras foram retomadas no ano de 1987, com o projeto simplificado e com a extensão menor que o projetado inicialmente.



Esse novo projeto foi viabilizado através da participação da iniciativa privada no projeto, onde houve a participação decisiva da mineradora MBR e a presença simbólica de outros usuários interessados. A 9 de fevereiro de 1987 era assinado o Acordo de Cooperação Mútua entre a ferrovia e essa empresa, cujo desembolso ao projeto foi feito como adiantamento para fretes futuros.

Foto do momento em que as duas frentes de trabalho se encontraram,
marcando o fim da obra.
Foto de Aníbal Nogueira Neves e publicado originalmente na Revista Ferroviária.


Pelo menos as obras da construção civil da Ferrovia do Aço retomaram o ritmo e seguiram sem interrupções até seu término. No dia 14 de abril de 1989 as duas frentes de obras se encontraram no km 138 + 965 m da ferrovia, no município mineiro de Madre Deus, finalmente permitindo a circulação de trens na Ferrovia do Aço, após 14 anos de obras. A chamada Ferrovia dos Mil Dias tinha se tornado, na verdade, a Ferrovia dos 5.098 Dias. A conclusão da superestrutura e a entrada em operação comercial ocorreram no mês de julho seguinte.


Um comentário: